Zé Pequeno filho do empresário Chico do Rádio depõe no caso do assassinato do prefeito de Davinópolis Ivanildo Paiva

Uma das testemunhas que foram arroladas no caso do assassinato do ex-prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, foi ouvida nesta segunda-feira, 1° de julho, no Forum Henrique de La Rocque. Trata-se do empresário José Gonçalves Lima, conhecido por ‘Zé Pequeno’.

O empresário teria sido conduzido coercitivamente por determinação do juiz que preside o caso, Marcos Antonio Oliveira, para prestar depoimento na audiência de instrução do caso do assassinado do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, ocorrido em novembro do ano passado.
Na saída da audiência, que durou cerca de 45 minutos, José Gonçalves Lima, o ‘Zé Pequeno’, disse que prestou o seu depoimento e contribuiu para o esclarecimento do assassinato do prefeito Ivanildo Paiva. “O que nós queremos é que tudo seja esclarecido para que isso não volte a acontecer em nossa querida Davinópolis”, disse em entrevista ao sair da audiência.
Zé Pequeno negou que tenha sido preso, como foi informado nas redes sociais.
Uma parte da audiência de instrução desse caso Ivanildo Paiva, já aconteceu em maio e agora está sendo realizada a segunda parte. Foram arroladas entre defesa e acusação, cerca de 42 testemunhas, entre elas o empresário ‘Zé Pequeno’.
Os cinco acusados do crime presos, José Rubem Firmo, vice- prefeito de Davinópolis, o empresário Antonio José Messias, ambos acusados de ser os mandantes do crime, os policiais militares Francisco de Assis Bezerra Soares, o ‘Tita’, e Willame Nascimento da Silva, acusados de ser os executores, e o mecânico José Denilton Guimarães, o ‘Boca Rica’, acusado de agenciar os dois matadores, serão os últimos a ser ouvidos.
Após a audiência de instrução, defesa e acusação terão dez dias para as alegações finais e em seguida a justiça define ou não que os réus serão submetidos a julgamento, com possibilidade de ser realizado ainda esse ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.